Não servem padres clericais e funcionários mas conformes ao Bom Pastor

Papa fala aos bispos italianos

0
875
Papa Francisco (Foto: AFP)

Começou nesta segunda-feira dia 10 de novembro em Assis a 67ª Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana. O Papa Francisco enviou uma mensagem aos bispos italianos da qual se destaca a seguinte afirmação do Santo Padre: “Não servem padres clericais, cujo comportamento arrisca afastar a gente do Senhor, nem padres funcionários que, enquanto desenvolvem uma função, procuram longe d’Ele a sua própria consolação”.

O Santo Padre dedica na sua mensagem aos bispos italianos uma atenção especial à formação permanente dos presbíteros. Sublinha mesmo que “só quem se deixa conformar ao Bom Pastor encontra unidade, paz e força na obediência no serviço”. Escreve também o Papa que “só quem respira no horizonte da fraternidade presbiteral sai da confrontação de uma consciência que se pretende epicentro de tudo, unica medida do próprio sentir e das próprias ações”.

Na sua mensagem à Conferência Episcopal Italiana o Santo Padre afirma que ir a Assis para esta Assembleia Geral faz pensar no grande amor que S. Francisco tinha pela Santa Madre Igreja. O Santo Padre recorda os “sacerdotes santos” que “são pecadores perdoados e instrumentos de perdão”. O Papa sublinha que “sacerdotes assim não se improvisam”. Neste ponto da sua mensagem o Papa Francisco recorda a importância dos seminários mas observa que o tempo pode arrefecer a generosa dedicação dos primeiros tempos de consagração e por isso é necessário “um caminho quotidiano de reapropiação a partir daquilo que fez um ministro de Jesus Cristo”. O Santo Padre reforça, desta forma, a necessidade de uma formação que consista numa experiência de discipulado permanente”. Para o Papa Francisco a “formação inicial e aquela permanente são dois momentos de uma só realidade: o caminho de discípulo presbítero enamorado do seu Senhor”.

O desejo do Santo Padre na sua mensagem é que estes dias de Assembleia Geral desenvolvam “novos itinerários de formação permanente, capazes de conjugar a dimensão espiritual com aquela cultural, a dimensão comunitária com aquela pastoral: são estes os pilares de vidas formadas segundo o Evangelho – declara o Papa Francisco na conclusão da sua mensagem aos bispos italianos sublinhando ainda a importância da oração e do testemunho humilde.

A Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana decorre em Assis até ao próximo dia 13 de novembro.